Como iniciar no Tiro Esportivo

Como iniciar no Tiro Esportivo?
Muitos já devem ter se perguntado isso, não? A legislação que regulamenta o uso de armas, munições e outros produtos controlados no Brasil é extensa, complexa e bastante restritiva e nem sempre as pessoas estão dispostas a explicar. Bem, seus problemas acabaram. Aqui você vai encontrar respostas para esta e muitas outras perguntas. Visite-nos com frequência, pois sempre estaremos atualizando a lista com as respostas que você precisa.

Iniciando no esporte do tiro

Tudo começa no clube de tiro. É lá que você vai fazer seu primeiro curso de tiro e ter contato com o esporte. Procure na página da internet da federação de Tiro Esportivo ou Tiro Prático do seu estado a lista com os clubes de tiro filiados. Visite alguns e converse com os atiradores. Se possível, compareça durante um fim de semana de competições e aproveite para conhecer as modalidades. Assim, você poderá ter mais subsídios para escolher a qual clube se filiar.

Depois disso, faça um curso de tiro. A maioria dos clubes possui cursos de nível básico. Neles, além da parte teórica, você vai aprender as normas de segurança e conduta nos estandes, a manusear e atirar com pelo menos uma arma e os procedimentos de desmontagem de primeiro escalão e limpeza. Tudo isso com o acompanhamento de perto de um instrutor treinado e com a maior segurança possível.

A partir daí, filiando-se ao clube, você pode freqüentar o estande e treinar suas habilidades. A maioria dos clubes possui armas e munição disponíveis para o associado utilizar em suas instalações.

Como adquirir uma arma para a prática do esporte?

Caso você não possua porte de arma expedido pelo Departamento de Polícia Federal, só existe uma maneira de se adquirir uma arma para a prática do esporte do tiro: solicitando o Certificado de Registro de atirador (CR).

O CR é o documento emitido pelo Exército Brasileiro - através do Comandante da Região Militar (RM) à qual seu estado esteja vinculado - para atiradores, caçadores e colecionadores, os autorizando a exercer atividades ligadas ao uso e manuseio de armas e munições.

Como solicitar o CR? Quais os documentos necessários?

A legislação base que regulamenta a fiscalização de produtos controlados pelo Exército Brasileiro é o Decreto 3.665/2000 (R-105). A Portaria nº 05-DLog/2005 é que normatiza a concessão e a revalidação de registros, apostilamentos e avaliações técnicas de produtos controlados.

Conforme o Anexo “O” da referida portaria, os documentos necessários para a concessão do CR são:

- Requerimento ao Comandante da RM (Anexo XVI do R-105);
- Certidões de antecedentes criminais fornecidas pela Justiça Federal, Estadual e Militar e de não estar respondendo a inquérito policial ou a processo criminal;
- Comprovante de endereço do local de guarda do acervo;
- CPF (cópia);
- Identidade (cópia);
- Compromisso do interessado (Anexo VI do R-105);
- Comprovação de estar filiado a clube;
- Recibo da taxa de fiscalização.

Caso você seja militar de carreira das Forças Armadas, da ativa, da reserva remunerada ou reformado, a Portaria D-Log 004/2001 o exime de apresentar o Termo 
de Compromisso, a Declaração de Idoneidade e a filiação a um clube de tiro.

As taxas referentes à fiscalização de produtos controlados são pagas por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) e devem ser pagas diretamente no Banco do Brasil. O Exército não aceita comprovante de pagamento efetuado via internet. No site da DFPC você terá acesso às instruções necessárias para pagamento dessa e de outras taxas, à relação dos códigos necessários para emissão das GRU e os valores correspondentes.

A primeira folha do processo que será encaminhado à RM deverá ser a própria relação de documentos (Anexo “O” da Portaria nº 05-DLog/2005).

Antes de dar entrada no seu processo de concessão do CR, sugiro que entre em contato ou faça uma visita ao Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC) responsável pela área onde você reside. Lá, você terá acesso a todos os detalhes necessários para que o processo tramite sem percalços. A legislação é uma só, mas existem nuances diferentes entre as Regiões que podem afetar o andamento do processo. No link a seguir você encontra a relação dos números de telefone para contato com os SFPC do Brasil inteiro.

Seu processo não será remetido imediatamente para a sede da RM. Antes, o SFPC ainda fará uma vistoria no local informado por você como local de guarda do acervo. A vistoria será marcada por telefone e consiste basicamente em uma avaliação das condições básicas de segurança do local. Sugiro que nesta etapa você já tenha providenciado um armário ou cofre adequado para guarda do seu futuro acervo.

Lembrete: em algumas Regiões Militares (1ª RM, 2ª RM, 3ª RM, 4ª RM, 5ªRM, 6ªRM, 7ªRM, 9ªRM, 11ªRM e 12ªRM) já é possível solicitar o CR de forma eletrônica, pela internet, através do seguinte endereço: http://www.sisfpc.eb.mil.br/. Entre em contato com o SFPC do seu estado e veja o sistema está funcionando normalmente.

Importante: Lembre-se que o CR vence de 2 em 2 anos. Você deverá dar entrada no pedido de renovação no mínimo 90 dias antes do término da validade do registro. 

Depois de concedido o CR, já posso comprar a arma?

Ainda não. Quer fazer parte do esporte? Prepare-se para colecionar documentos. Agora você precisa solicitar uma Autorização de Compra. Mas antes de juntar os documentos para formar o processo de solicitação de aquisição, você deverá realizar dois procedimentos obrigatórios: o teste de comprovação de capacidade técnica e o exame de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, realizados por instrutor de armamento e tiro e psicólogo credenciados pela Polícia Federal.

A relação dos psicólogos credenciados para realizar o exame de aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo você encontra neste link.

O teste de comprovação de capacidade técnica deve ser feito para a arma específica que você quiser adquirir. A relação dos instrutores credenciados pelo DPF para efetuar o teste estão neste link. No site do DPF você baixar a Cartilha de Armamento e Tiro elaborada pelo Serviço de Armamento e Tiro da Academia Nacional de Polícia e pelo Serviço Nacional de Armas, que fornece a teoria do que será cobrado no teste escrito, realizado antes do teste prático.

O teste escrito consistirá de 20 questões objetivas, englobando os seguintes temas: Normas de segurança (06 questões); Nomenclatura e funcionamento de peças (06); Conduta no estande (03) e Legislação vigente sobre armas de fogo no Brasil - Lei 10.826/03 e Decreto 5.123/04 (05). Para ser aprovado, você precisa ter um percentual de acertos de no mínimo 60%.

Os regulamentos do teste prático, a ser realizado no estande de tiro, estão discriminados na Cartilha de Armamento e Tiro. Cada tipo de arma (curta, longa, alma raiada, alma lisa) tem o seu teste específico.

Após ter em mãos os resultados do teste e do exame, e se eles forem favoráveis, junte os documentos abaixo e abra o processo de solicitação de compra:

- Requerimento (modelos: para aquisição no comércio/ para aquisição na indústria);
- Identidade (cópia); 
- CPF (cópia);
- CR (cópia);
- Laudo de avaliação psicológica;
- Exame de aptidão de tiro para a arma solicitada;
- Recibo da taxa de fiscalização.

Caso você pretenda comprar a sua arma no comércio, a autorização estará a cargo do comando da RM. Caso pretenda comprar diretamente na indústria, o processo tramitará até a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), em Brasília. Na solicitação de autorização já deve ir especificado por você os dados da empresa (comércio ou indústria) na qual você fará a compra.

Recebida a autorização, aí sim você pode ir até a loja (ou entrar em contato com o fabricante) e realizar a compra. A empresa escolhida também receberá um documento autorizando a venda para você, que deve ir à loja munido de cópias da Identidade, CPF e CR.

Concluída a compra, você não sai da loja com sua arma ainda. Você leva somente a Nota Fiscal e o número de série da arma. Agora é a hora de solicitar o apostilamento da arma no seu CR.

O que é apostilamento?

De acordo com o R-105, apostila é documento anexo e complementar ao registro (no caso, o seu CR), e por este validado, no qual estarão registradas de forma clara, precisa e concisa informações que qualifiquem e quantifiquem o objeto da concessão e alterações impostas ou autorizadas.

Na prática, o apostilamento vincula aquela arma comprada ao seu CR, que terá a partir de agora um anexo (a apostila ou mapa de armas) contendo a relação completa das armas que você adquirir.

Documentos necessários para solicitação do apostilamento:

- Requerimento para alteração no CR (modelo); 
- Cópia do CR;
- Comprovação de estar filiado a clube, federação ou confederação;
- Nota Fiscal ou cópia autenticada;
- Cópia da utorização para aquisição da arma;
- Recibo da taxa de fiscalização.

Guia de Tráfego Especial

Deferido o apostilamento e depois de recebido a apostila (ou mapa de armas), agora você deve solicitar a Guia de Tráfego Especial, que é o documento que possibilitará a retirada da arma que ainda está na loja. A GTE deve ser solicitada via internet pelo site http://www.sgte.eb.mil.br. Você dará entrada no sistema com seus dados (CPF e CR) e precisará digitar os números da autenticação da GRU paga previamente. Não esqueça de incluir na GTE a munição correspondente.

Logo após ter realizado a solicitação da GTE, informe o SFPC da sua requisição via sistema e peça uma previsão de quando a GTE será emitida. Somente com a guia em mãos você poderá ir até a loja buscar a arma que você comprou.

E agora, posso comprar munição?

Para que seja possível a compra da munição - ou dos insumos para recarga - é necessário dar entrada também em um processo de autorização de compra, semelhante ao que você já fez para aquisição da arma.

Atualmente, devido ao preço praticado pelo único fabricante de munições existente no Brasil, comprar munição original para praticar o esporte do tiro é simplesmente inviável. O custo diminui consideravelmente caso você faça a recarga da munição.

O que é recarga de munição?

Recarga de munição é a atividade realizada por atiradores para montar cartuchos de munição a partir da reutilização dos estojos e utilizando-se nova espoleta, projétil e carga de pólvora. A montagem dos novos cartuchos é realizada em um prensa própria para recarga.

Desta forma, o atirador precisa adquirir na indústria, além da máquina de recarga, os insumos (pólvora, espoletas, projéteis) para a confecção da sua munição. Tanto para aquisição da máquina de recarga quanto para a aquisição dos insumos, é preciso entrar com processos de Autorização de Compra no SFPC. É necessário também ter no CR a atividade de recarga apostilada.

Fazendo parte do esporte

Sim, todo esse processo tem o seu custo e uma certa demora. Nada é imediato no mundo do tiro. Agora é treinar bastante e participar das provas do seu clube. Em pouco tempo você vai querer estar filiado à federação e disputar provas a nível estadual. E quem sabe um dia disputar com os melhores da sua categoria em nível nacional.

Caso você não pretenda adquirir uma arma de fogo imediatamente, você tem a liberdade de praticar o esporte do tiro com armas de pressão, que não são produtos controlados e por isso são de livre venda e circulação. O preço dos equipamentos (com exceção das armas olímpicas) e da munição (chumbinho) é muito menor e você pode atirar à vontade, com a liberdade de poder treinar no quintal da sua casa, no sítio ou na fazenda.

São muitas as modalidades que utilizam armas de pressão: carabina de ar olímpica, pistola de ar olímpica, carabina de ar mira aberta, silhuetas de ar, field target, percurso de caça. Encontre a melhor arma de pressão que caiba no seu bolso e divirta-se bastante nas provas de ar.

Qualquer dúvida, deixe seu comentário ou entre em contato conosco.

Bons tiros.

61 comentários:

Anônimo disse...

Prezados Senhores, apreciei a forma bastante didática que adotaram para esclarecer tanto quanto à aquisição das armas, como também de munição e, também quanto à filiação a clube de tiro.
Por todas suas circunstâncias, ainda é um esporte bastante caro, mas fascinante!
Muito obrigada pelas informações prestadas!

Ana Kelson.

Roger Campo Grande - MS disse...

Pelo o que eu li no texto acima não se faz necessária a filiação em clube de tiro para tirar a CR e posteriormente aquisição da arma.
Estou certo?

Fábio Bessa disse...

Olá, Roger. Bom dia.

Repare que no item "Como solicitar o CR? Quais os documentos necessários?" um dos documentos necessários é justamente a comprovação de estar filiado a clube de tiro.

Mas como realmente o texto não deixa claro, vou ajustar o texto para enfatizar a informação.

Obrigado pela visita e pelo feedback.

Bons tiros.

Roger disse...

Obrigado

fernando gescal disse...

No Brasil vigora a lei do desarmamento criada por uma minoria junto com a mídia corporativista que se formou no pais.
Caso vc esteja pensando em entrar nessa modalidade de esporte, pode ter certeza que não vai ser fácil.
Vão tentar fazer de tudo para que vc desista, é quase impossível se vc não tiver, boas condições financeiras, e níveis razoáveis de escolaridade, E do interesse das autoridades indeferir seus pedidos, mas vc tem quer ir com a certeza de que está buscando uma coisa que vc tem direito se não esquece.

Anônimo disse...

Burocracia, a gente ve por aqui no Brasil.

Clerton disse...

carissimo fabio

parabens pelo site. eh simplemente o mais completo que conheço. se tivesse lido este artigo no inicio do ano me teria livrado de muitas duvidas.

so temos a ganhar com as preciosas informaçoes que vc nos apresenta.

sucesso,

C.

Anônimo disse...

Parabéns , sempre tive curiosidade por este esporte e este site está bem didático quanto as dicas por onde começar. Pelo que li, o caminho é longo e complicado. Vou visitar um clube prá ver se vale a pena !
Obrigado e sucesso para o site.
Ricardo

Fábio Bessa disse...

Amigos, agradeço os comentários a respeito do blog e peço que divulguem. Muitas pessoas desistem de praticar o tiro por falta de informação.

Realmente o caminho é longo, complicado e burocrático. Mas é necessário para podermos praticar nosso esporte sem preocupações.

Se conseguirmos atrair mais aficionados como nós, talvez um dia a burocracia diminua.

Abraços a todos e bons tiros.

Anônimo disse...

Prezado Fábio Bessa,

Parabéns pelo artigo! Simplesmente foi a compilação de dicas mais completa que encontrei na internet...

De fato, a burocracia é grande! Mas não impedirá a minha iniciação no mundo do tiro esportivo!

Anônimo disse...

Para se conseguir o CR já tem que ter passado por uma prova de tiro com instrutor qualificado e tb pelo psicólogo credenciado. Após, já com o CR expedido pode ser adquirido uma arma que esteja dentro do permitido para os primeiros anos com CR. Estou correto?

Anônimo disse...

Para se conseguir o CR já tem que ter passado por uma prova de tiro com instrutor qualificado e tb pelo psicólogo credenciado. Após, já com o CR expedido pode ser adquirido uma arma que esteja dentro do permitido para os primeiros anos com CR. Estou correto?

Anônimo disse...

Caro Fabio,

Parabéns pelo site! Sempre tive curiosidade pelo esporte, mas ainda não tinha coragem para pratica-lo por achar tipicamente masculino. Após ler todas as informações sobre o esporte pude tirar várias dúvidas e criei coragem para começar.

Marcelo Gomes Lopes disse...

Muito boa a pagina. Gostaria de tirar algumas dúvidas: os militares estaduais de carreira também são isentos da apresentação do Termo
de Compromisso, a Declaração de Idoneidade e a filiação a um clube de tiro?

Marcelo Lopes

Anônimo disse...

Meu camarada, sou agente penitenciário e possuo porte de arma, posso utilizar minhas armas no tiro esportivo?

Anônimo disse...

boa tarde!! se eu tivesse lido seu blog antes, teria comprado uma vara de pescar!! estou a espera do CR, e não vejo muito futuro para o esporte!! estão querendo acabar com o mesmo!!

Carlso disse...

É mais fácil conseguir tirar CR se eu for usar apenas para adquirir arma de pressão? Eu gostaria de comprar uma Benjamin .357 ela é de pressão, PCP... tenho vontade de ir pro sul caçar javalis, já que o IBAMA liberou e fazer isso com arco e flecha é meio perigoso, apesar de eu ser um bom atirador de arco...
Já pratico tiro com carabina de pressão há alguns anos tenho várias carabinas de pressão mas só nos calibres 4.5 e 5.5mm e uma pistola 4.5mm

Anônimo disse...

boa tarde amigo tenho uma arma de CO2 calibre 4.5. preciso de CR para usar minha arma em casa para pratica de tiros?
caso alguma autoridade queira tomala de mim?
obrigado

Anônimo disse...

GOSTARIA DE SABER COMO É QUE FUNCIONA APÓS A COMPRA DA ARMA, COMO FAÇO PARA LEVA-LÁ AO CLUBE, OU ELA FICA GUARDADA LÁ, POSSO CIRCULAR COM ELA NORMALMENTE SEMPRE FOR PARA O CLUBE OU PRECISO SEMPRE PEDIR AUTORIZAÇÃO PARA O TRANSPORTE?

RONALDO CORREIA DOS SANTOS Correia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
RONALDO CORREIA DOS SANTOS Correia disse...

Tenho meu revolver desde 1986 e pretendo oniciar com ele no tiro pratico sera complicado todo o tramite?
Anraços

RONALDO CORREIA DOS SANTOS Correia disse...

Tenho meu revolver desde 1986 e pretendo oniciar com ele no tiro pratico sera complicado todo o tramite?
Anraços

Anônimo disse...

Obrigado pelas informações, na verdade acho q vou ficar só na vontade de praticar Tiro, é muito caro p mim.É q eu sou do tempo q tds andavam armados e não se tinha problema com a policia, colocava uma tabua numa distancia razoável e e dale tiros, se fizer isso hoje tá preso na hora.

Anônimo disse...

Olá , Sou militar e queria saber como faço pra começar a participar das competições ou como faço passo a passo pra iniciar ?

Anônimo disse...

Olá Fábio sou apaixonado por armas e falo de pesadas já sabia sobre os documentos o que quero saber e como comprar armas em outro país já sei sobre impostos e os documentos as armas que vou comprar são de tiro esportivo apesar de alcançar vários metros uma delas é a f- class vendida na Espanha e a outra é a barret estados unidos no caso da compra como eu vou levar documentos na loja e voltar para pegar outros encaminhamento no Brasil depois voltar na loja e buscar a arma cara Espanha é na Europa a arma custa 9000 e a outra 15000 mais passagem de avião estadia aí é demais depois ter que pagar para participar dos campeonatos que são na Espanha afim eu estou o ruim é esse vai e vem pode me responder

Maria Grazielle disse...

Nossa sou apaixonada por tiro esportivo queria iniciar no esporte mas depois dessa burocracia desisto vou comprar uma de chumbinho e ser feliz e muito mas facil

DJ juninho carioca disse...

Obrigado pelas informações, eu estava pensando em praticar o esporte, mas fiquei muito desanimado com alguns comentários, de como o mesmo e caro e, de como o estado cria dificuldades para o cidadão de bem adquirir uma arma, seja para esporte ou para se defender.

Anônimo disse...

Gostaria de saber se com a guia posso transporta minha arma para o meu sitio sem problema, ou se a guia só tem validade para o transporte de minha casa para o club?

jarles rocha disse...

Eu amo o tiro esportivo já atirei c diversos cal. Mais n possuo arma de fogo. Só de pressão e modesta parte atiro muito bem. Vendo essa complicação toda eu me recuso a ir atrás do CR primeiro q n tenho tempo.

tucandiraman disse...

Olá Fábio e leitores do blog, minha namorada se apaixonou por carabinas de ar comprimido e eu também me interessei, fiz pesquisas superficiais sobre equipamento e a legislação que as rege, mas são muitas as dúvidas, gostaria de dicas sobre qual equipamento comprar, calibres, precisão do tiro, essas coisas. E parabéns pelo site, muito elucidativo sobre o esporte.

Roberto R disse...

Ola fui militar temporário e fiz parte do agrupamento de tiro, apos minha baixa quero continuar no esporte mas, gostaria de sabem onde me enquadro na portaria R105, e já que na minha cidade por ser pequena e não ter clube de tiro, como eu posso fazer? ha mais uma coisa esta relatado que a uma vistoria que basicamente em uma avaliação das condições básicas de segurança do local.
Qual local o clube ou minha casa???

Zacarias disse...

Parabéns pelo artigo. Como voce mencionou, o tiro com armas de pressão é muito mais barato (especialmente ao longo prazo). Gosto de tiro de precisão, estou aguardando liberação do CR. No meio tempo, decidi comprar uma carabina de pressão e me surpreendi, não imaginava que iria ser tão divertido. Já vou comprar a segunda, acessórios também, e já me questiono se realmente devo comprar uma arma de fogo. Novamente, parabéns e obrigado.

Anônimo disse...

Ainda estou com dúvidas! Mesmo a Carabina Olímpica de ar comprimido precisa de CR? Acho que essa informação está equivocada! Me corrijam se for o caso. Grato pela atenção!

Robervanio disse...

Muito bom as informações

Robervanio disse...

Muito bom as informações

Anônimo disse...

além de ser caro e burocrático, existe uma federaçâo omissa, acovardada e ou corrupta. Desisti, isto nao é esporte, tem que ser muito alienado !!!

Roberto Leonardo Silva disse...

Muito bem esclarecido, parabéns pelo post, mas depois de ler eu me desencorajei a participar de um clube de tiro.

eu já tenho arma de pressão e vou me contentar com ela.

e pensar que no EUA o cidadão pega a arma em três dias em alguns estados e na hora em outros.

Anônimo disse...

Acabei de desistir do esporte

Sue Ellen Coraini disse...

Parabéns pelo texto o formativo/explicativo...
Achei bem bacana.
Vejo que não é pra mim na situação atual, mas quem sabe um dia? RS
Abraço

Unknown disse...

Acabei de desisitir , vou ali...comprar um 38 pra deixar em casa.

Unknown disse...

Acabei de desisitir , vou ali...comprar um 38 pra deixar em casa.

Anônimo disse...

Enquanto isso os bandidos conseguem uma arma em 10 minutos, "em consignação" a ser paga com o produto dos crimes.

jonny soufer disse...

para cidadao de bem è dificil. Vai nas bocas de fumo todos armados de m16 e nao tem porra de legislacao nenhuma pra bandido...morte aos corruptos Brasil aos Brasileiros...comunismo jamais.

Ricardo lourenço disse...

Nossa que legal sempre tive vontade mas sempre com muitas dúvidas, belo artigo bem esclarecedor, agora é procurar um clube em Santo André e seguir as dicas e rumo às olimpíadas do Japão.

Anônimo disse...

Por isso não temos bons representantes, esporte elitista. Pra ganhar medalhas olímpicas não basta ter dinheiro pros equipamentos, tem que ter dom, talento. Uma pena manter as panelinhas... nunca vai evoluir.

Xupacabr@ / Hallcox Hall / Laudelino Lima disse...

Adoro esse esporte. De coração. Tenho uma imensa vontade de praticar, mas é bem claro que o governo não tem nenhum interesse no mesmo e coloca todos os obstáculos possíveis para dificultar a entrada das pessoas normais. Só heróis se submeteriam a essa quantidade pantagruélica de certidões, documentos e comprovações. É espantoso que com todas essas restrições, ainda tenhamos medalhistas. Boa sorte.

Gladiador Maximos disse...

Tenho 49 anos treino com uma pistola de pressão dês dos meus 14 anos de idade , no antigo Clube de Regatas do Tietê ( fechado pela prefeitura) Nos tempos atuais , tenho uma Gamo Compact 4,5 mm, dá para ir em uma olímpiada com esta arma? Tem como em treinar em um estande do governo? E como conseguir uma parceria de filiação em local público especifico ao esporte? Isso é possível no Brasil? Quero competir na Olimpiada do Japão , como devo proceder? Aguardo resposta , dês de já meus agradecimentos.

ALEXANDRE GAETA
Meu ex treinador: Durval Ferreira Guimarães.

Federal_Sgt disse...

Muito boa a explanação a respeito. Agradeço desde já a prestação de serviço voluntária em esclarecer aos leigos, me incluo nesse comentário, e divulgar esse esporte não tão incentivado pelo governo e caro.

Pois bem, li as explicações a respeito e gostaria de saber qual o caminho a trilhar para uma garota de 16 anos desbravar e que tem toda aptidão para representar o Brasil nesse esporte, mas como a grande maioria não tem recursos?

É uma sobrinha que tenho e sempre acompanhou meu irmão, policial civil de são paulo, e eu, militar da Força Aérea Brasileira, quando íamos ao estande de tiro. Um belo dia ela pediu para experimentar e deixamos. Nos surpreendeu tanto que começou a ser corriqueira nos acompanhar e praticar. Pasmes se, a garota não só leva jeito como tem atirado melhor do que nos dois em pouco tempo.

Agora então motivada mais ainda pelos jogos olímpicos em nosso "Brasil varonil" assistindo ao esporte de tiro esportivo, pediu se seria possível virar uma atleta desportiva em tiro...

Então eu e meu irmão estamos iniciando pesquisas e buscas de como forma-la nesse esporte aos 16 anos, morando na zona leste da capital de são paulo e sem termos os devidos recursos e o conhecimento da legislação vigente no Brasil para tal adequação, além do devido treinamento além do hobby da curtição de ir uma vez ou outra em um estande de tiro.

Sendo assim, se possível, solicito a contribuição de quem, puder auxiliar e interceder para não ver mais uma estrela do esporte brasileiro não ter a devida chance pelas dificuldades que faltam do apoio do nosso governo.

Agradecido desde já ao menos quem parou, leu e refletiu.

Cordialmente, Emersom!

Deixo aqui duas frases bem expressivas a respeito do que descrevi acima:

Uma é de Walt Disney
"Se você pode sonhar, você pode realizar."

A outra é da Madre Teresa de Calcutá
“Não importa o que fazemos, mas o quanto amor colocamos no que fazemos”.

Passar bem a todos. Felicidades...

Stilo Games disse...

Caro Emersom
Espero que esteja bem.
Não e fácil iniciar no Tiro esportivo ou no Olímpico.
A principio ver a modalidade, armas curtas / longas / de prato / prático, essa é a hora, qual escolher?
Muitos são por vocação e outras por iniciativa.
Não é simplesmente querer, tem que fazer um investimento inicial e tudo vai depender de qual modalidade, mas mais ou menos 4.500,00, esta pronto?
meu nome é Berton dos Reis Rezende fone 13 98131.5255 de dou orientação se quiser.

Anônimo disse...

Olá,

se eu for iniciante, não tiver arma, como posso participar do estande de tiros, ou so quem tem armas?

Adoniran Pessôa disse...

Gostaria de tirar algumas duvidas.
Já servir ao exercito, porem o curso de tiro foi muito curto restrito. Além disso, devido ao medo de armas, etc, não desenvolvi as habilidades necessárias ao tiro.
Qual o procedimento para fazer um curso de tiro?

Adem p disse...

Tenho uma dúvida sobre o que é treino e campeonato para manter o CR em dia. Campeonato é fácil de entender, mas o treino, tenho dúvidas. Treino é só ir no estande de tiro sem hora marcada e dar os tiros que desejar ou tem alguma regra?

Jordânia disse...

E se a pessoa que possui o CR falecer? É a mesma burocracia pra passar pra outra pessoa ?

Emanuela Boss disse...

#Bolsonaro2018 pelo fim da Lei do Desarmamento no Brasil!

Casa da Carabina disse...

Parabéns ao Blog por ajudar aos iniciantes no Tiro Esportivo.
Abraços da Casa da Carabina.
www.casadacarabina.com.br

Bruno Pichler disse...

Fernando só queria deixar minha opinião ter registro e ter CR
Gasto de 7 mil com valor da arma
Não achei burocracia nenhuma mas talvez na sua região seja difícil

Anônimo disse...

Misericórdia, se tu não tem paciência é melhor se mudar pra EUA e comprar por lá, pois tem que correr atrás de muitos papéis, não vou atrás dessa palhaçada nunca, Brasil é atrasado, subdesenvolvido, de quinta categoria, perde pros traficantes da favela.

Thais disse...

Pessoas de bem são tratadas como se fosse psicopatas e os traficantes é que tem liberdade sem limites.

Anônimo disse...

Em quais dias ocorre o curso?
Qual é a duração do mesmo é o endereço aonde acontece.
Grata

Gerson L. Lage disse...

Realmente, excelente texto. Porém, mesmo eu já tendo me filiado a clube no ano passado, já ter meu CR, registro na PF, LARGUEI DE MÃO! Estava com a compra de uma Glock pronta e a intenção de participar das provas de tiro... desisti. É muita burocracia pra quem é de bem e está dentro da lei. É um monte de gente explorando a gente, extorsão fiscal via impostos e taxas é o padrão Brasil!

Unknown disse...

Quais os gastos de um praticante ou pra um iniciante.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...