4 de abril de 2014

Domínio russo, recordes quebrados e evolução brasileira marcam a 1ª etapa da Copa do Mundo 2014

Henri Junghaenel (Alemanha), atirador do ano 2013, ouro na Carabina Deitado em Fort Benning, 1ª etapa da Copa do Mundo de Tiro Esportivo 2014 - Foto: Divulgação/ ISSF
A Copa do Mundo ISSF de Tiro Esportivo 2014 teve seu pontapé inicial em Fort Benning, Georgia, EUA, onde a primeira etapa da Copa do Mundo de Carabina e Pistola da temporada foi realizada de 26 de março a 3 de abril.

É o início do caminho que leva à World Cup Final, que será realizada em Gabala, no Azerbaijão, em outubro, e um passo importante na preparação para o Campeonato Mundial ISSF a ser realizada em Granada, Espanha, em setembro próximo. Lá, serão distribuídas as primeiras vagas olímpicas para 2016.

Entre campeões olímpicos e mundias, defensores de título e novatos, 430 atletas internacionais vindos de 53 países participaram da competição, que teve um total de 680 inscritos nos 10 eventos olímpicos disputados.

A Pistola de Tiro Rápido masculina, vencida por Keith Sanderson (EUA) e a Carabina Deitado masculino, dominada pelo "atirador do ano" Henri Junghaenel (Alemanha), concluíram esta primeira etapa da Copa do Mundo.


A Rússia terminou no topo da classificação geral de medalhas com 2 de ouro, 1 de prata e 3 de bronze. A Itália, que só levou dois atletas, ficou em segundo com 2 ouros, ambos consquistados na Carabina 3 Posições por Niccolò Campriani e Petra Zublasing. A China, com 6 medalhas (1 de ouro, 3 de prata, 2 de bronze ) fechou a etapa em terceiro lugar.

Um novo recorde mundial de 202,8 pontos foi estabelecido por Hoang Xuan Vinh (Vietnã) na final da Pistola de Ar masculino, enquanto Petra Zublasing marcou um novo recorde mundial de 591 pontos na qualificação da Carabina 3 Posições Feminino. Yulia Karimova, 19, da Rússia, registrou o novo recorde mundial Junior na final da Carabina 3 Posições, com 413,7 pontos.

O Brasil esteve na disputa com 8 atletas do Time Olímpico, dentre eles dois finalistas de etapas da Copa do Mundo em 2013: Cassio Rippel - duas vezes 5º lugar na Carabina 3 Posições - e Felipe Wu, 8º lugar na Pistola de Ar. Dessa vez nossas atiradores não disputaram finais, mas houve uma grande evolução no desempenho geral.

Bruno Heck fez uma belíssima prova na Carabina 3 Posições e por uma diferença de apenas um ponto deixou de disputar uma vaga na final. Bruno terminou na 11aª posição, resultado que o fez subir de 59º para 22º lugar no ranking. Na Carabina Deitado, Cassio Rippel mais uma vez obteve uma excelente pontuação (625,2), mas por 0,9 também deixou escapar a chance de fazer a final. Cassio ocupa atualmente a 15ª posição no ranking mundial. 

Julio Almeida foi outro a subir muitas posições. Após terminar em 15º na Pistola de Ar com 578 pontos, Julio saiu da 59ª para a 27ª colocação no ranking mundial. Esse resultado é ainda mais relevante se considerarmos que desde 2012 Julio não fazia acima de 575 pontos em etapas de Copa do Mundo.

O melhor atirador de Pistola de Tiro Rápido da América do Sul, Emerson Duarte, também se destacou em Fort Benning. Emerson foi o 17º colocado na sua prova e, com isso, subiu três posições no ranking mundial, ocupando agora a 26ª colocação.

A Copa do Mundo ISSF de Carabina e Pistola continua entre os dias 4 e 13 de junho, na cidade de Munique, Alemanha. Mas antes disso, os brasileiros ainda disputam o Campeonato Ibero-Americano, que será realizado em Buenos Aires, entre 5 e 12 de maio.

O próximo evento ISSF é a estréia da Copa do Mundo de Tiro ao Prato Olímpico, em Tucson, Arizona, EUA, entre os dias 08 e 15 de abril. O Brasil estará presente na disputa com 10 atletas: Andre Altobello, Rodrigo Bastos, Eduardo Correa, Robson Deschamps, Filipe Fuzaro, Dante Lanna, Ludmila Melo, Jaison Santin, Roberto Schmitis e Janice Teixeira.

Comente com o Facebook:

2 comentários:

comprar curtidas disse...

Adorei seu blog, estão de parabéns pelos os tópicos..

Fábio Bessa disse...

Obrigado pela visita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...