15 de março de 2014

Roberto Schmits garante a prata na Fossa Olímpica em Santiago; Rodrigo Bastos fica em 4º

Roberto Schmits conquistou a prata na Fossa Olímpica em Santiago - Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/COB
O gaúcho Roberto Schmits esteve bem próximo de garantir a medalha de ouro na décima edição dos Jogos Sul-Americanos, na tarde desta sexta-feira, dia 14, na disputa da Fossa Olímpica. Schmits chegou a estar  em vantagem na decisão contra o colombiano Danilo Caro, mas acabou perdendo por 12 a 11 e ficou com a medalha de prata. Na decisão do bronze, o paranaense Rodrigo Bastos foi derrotado pelo venezuelano Leonel Martinez e terminou na quarta colocação.

Schmits e Bastos terminaram a qualificação no 2º e 3º lugares, respectivamente, com 116 pontos. Martinez ficou na primeira posição, com 117 acertos. Classificados para as semifinais, os três atletas empataram com 13 pontos. No shoot-off (desempate), Schmits e Caro levaram a melhor e garantiram a vaga na final.


“O tiro é um esporte que 80% é cabeça. Por isso a concentração é fundamental”, explicou Schmits, que começou a praticar o esporte aos oito anos. Rodrigo Bastos compete há mais de 30 anos e já representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Seul 88 e de Atenas 2004. No ano passado, no Campeonato Mundial disputado no Peru, terminou na 9ª posição, ficando a apenas 1 ponto da classificação para a semifinal.

“Esta competição é importante por ser organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Nos sentimos muito honrados em defender o país. Ao contrário de outros esportes, o tiro tem uma vida útil mais longa. Quanto mais experiente, melhor”, disse Bastos. Representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016 é o objetivo dos dois atletas. “É o sonho, a realização, a adrenalina, e o ápice para qualquer atleta. Por ser o país-sede, o Brasil já tem uma vaga assegurada na Fossa Olímpica. Queremos outra”, concluiu Schmits.

Fonte: Time Brasil (com adaptações)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...