10 de novembro de 2013

Mesmo lesionada, Yi Sling vence a Carabina de Ar em Munique com grande vantagem

Yi Siling (China) - Carabina de Ar 10m - Final da Copa do Mundo ISSF de Carabina e Pistola 2013 - Foto: ISSF/ Reprodução

A Carabina de Ar 10m da final da Copa do Mundo ISSF de Carabina e Pistola 2013 foi vencida ontem pela atual campeã mundial e campeã olímpica de 2012 Yi Siling, 24 anos, que terminou no topo do pódio batendo Ivana Maksimovic, da Sérvia.


A campeã olímpica de Londres 2012 Yi Siling, da China, não deixou muitas chances a seus adversários na prova feminina da Carabina de Ar 10m disputada ontem. A atiradora de 24 anos conquistou a medalha de ouro com mais de um ponto de vantagem sobre suas adversárias, provando mais uma vez ser a melhor do mundo nesta prova.


Yi apareceu no topo do painel de classificação desde a primeira série e seguiu ampliando sua liderança a cada disparo, atirando com uma média impressionante. Apesar de um 9,8 no último tiro, Yi terminou em primeiro com uma margem de 1,1 sobre a sérvia Ivana Maksimovic, com uma pontuação total de 210,3 pontos. Ainda mais impressionante: ela fez isso apesar de uma lesão no tornozelo, que a obrigou a mudar sua posição de tiro.

"Foi realmente muito difícil conquistar a medalha hoje. Esta tem sido uma longa temporada, e eu machuquei meu tornozelo em um pequeno acidente nos Jogos Asiáticos, a apenas dez dias. Eu tive que mudar um pouco a minha posição e adaptar meu estilo para competir aqui, mas felizmente tudo correu bem", disse Yi após a final.

Aos 24 anos de idade, a atiradora chinesa já conquistou tudo o que pode ser conquistado nesta prova. Em apenas cinco anos, ela venceu os Jogos Asiáticos de 2010, uma medalha de ouro no Campeonato Asiático de Tiro Esportivo em 2012, o título do Campeonato Mundial em 2010, e foi finalmente coroada campeã olímpica em 2012. Atirando por cinco anos consecutivos na etapas da Copa do Mundo desde 2009, ela garantiu nada menos que 9 medalhas e dois títulos, o de 2011 e o de 2013, ontem.

"Eu comecei a atirar quando tinha 15 anos de idade, através do programa de esporte da minha escola", disse Yi. "Às vezes, ser uma atiradora profissional é um pouco difícil. Você começa a viajar muito, e não consegue passar tanto tempo com sua família como você gostaria. Mas, por outro lado, é ótimo. Essa vida serve pra mim. Competir e ganhar me dá grandes vibrações. Eu amo o Tiro Esportivo", declarou.

"Estou passando a maior parte do meu tempo treinando, mas eu também nado e corro. Eu gosto de me exercitar. Na verdade, eu estou realmente ansiosa para competir em uma prova de Target Sprint. Isso parece ótimo"Yi disse, falando sobre a nova modalidade ISSF lançada este ano, que combina tiro com Carabina de Ar com corrida de média distância. "No próximo ano vou tentar", concluiu. 

Junto a Yi Siling no pódio estava a medalhista de prata na Carabina 3 Posições em Londres 2012 Ivana Maksimovic (Sérvia), que garantiu a medalha de prata com uma pontuação de 209,2 pontos, depois de empurrar a segunda finalista chinesa Wu Liuxi para o terceiro lugar, com uma pontuação de 187,9 pontos.

Provavelmente a atiradora de Carabina de Ar 10m mais consistente do mundo, Sonja Pfeilschifter, da Alemanha, mesmo atirando em casa, acabou ficando fora do pódio. Desde os primeiros tiros da final da prova ela travou uma batalha apertada contra Yi, Maksimovic e Wu, mas teve que parar no 16º tiro, quando deixou a prova com 165,9 pontos, em quarto lugar. 

A primeira atleta a deixar a eliminatória final, após o oitavo tiro, acabou por ser Petra Zublasing, da Itália, que disparou um decepcionante 9,8 no 7º tiro e caiu fora da competição, com uma pontuação global de 80,4 pontos, em oitavo lugar. Silvia Raquel, da Alemanha, seguiu logo depois. A atleta de 27 anos começou com a maior série no início da disputa final, com alguns décimos de vantagem sobre as outras competidoras, mas três tiros na casa dos 9 pontos a empurram pra baixo no placar, fazendo com que desembarcasse em sétimo lugar com uma pontuação de 102,0 pontos.

Uma das atiradoras mais bem sucedidas desta temporada da Copa do Mundo, Andrea Arsovic, da Sérvia, terminou na sexta colocação com 122,7 pontos. Ela foi superada por Chang Jing, a terceira finalista chinesa, que terminou em quinto lugar, com 144,5 pontos, após o tiro 14.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...