10 de novembro de 2013

Com apenas 17 anos, Yang Haoran supera o atual campeão olímpico e conquista o título da Carabina de Ar em Munique

Yang Haoran (China) - Carabina de Ar 10m - Final da Copa do Mundo ISSF de Carabina e Pistola 2013 - Tiro Esportivo - Foto: ISSF/ Reprodução
A equipe chinesa escalou rapidamente no quadro geral de medalhas da final da Copa do Mundo ISSF de Carabina e Pistola 2013 garantindo sua terceira medalha de ouro de quatro provas disputadas até agora. Yang Haoran, conquistou a medalha de ouro na Carabina de Ar 10 ontem ao bater um dos atletas que o inspirou, o atual campeão mundial e campeão olímpico de 2012 Niccolo Campriani, da Itália.

O mais jovem finalista da prova, Yang Haoran, 17 anos, da China, venceu a Carabina de Ar 10m para homens, mostrando mais uma vez suas grandes habilidades no tiro, terminando em primeiro lugar com 205,9 pontos.


Yang tem sido de fato um dos protagonistas desta temporada. Além da final, venceu duas etapas da Copa do Mundo (Munique e Fort Benning), sendo esta sua primeira participação na competição. 

Ontem, o jovem campeão chinês disparou uma média consistente ao longo de toda a prova, liderando sempre com mais de um ponto de vantagem sobre os seus adversários. Apesar de um decepcionante 9,1 no último tiro, a liderança sólida que ele havia construído ao longo dos primeiros tiros o protegeu de seu companheiro de equipe Wang Tao, 30 anos, o vencedor da etapa de Changwon deste ano, que ficou em segundo lugar com 205,7 pontos - apenas 0,2 atrás de Yang.

Com 185,9 pontos, a medalha de bronze foi para o atual campeão mundial Niccolo Campriani, 26, da Itália. Campriani travou uma disputa apertada contra o duas vezes finalista de etapas da Copa do Mundo deste ano Juho Kurki, 21, da Finlândia, que acabou terminando em quarto lugar com 164,9 pontos, e contra o medalhista de prata dos Jogos Olímpicos da Juventude de 2010 Illia Charheika, 20, da Bulgária, que ficou em quinto lugar, com 143,6 pontos.

Campriani havia acabado de retornar de um camp de treinamento na China, onde ministrou algumas lições sobre suas técnicas para os mesmos atiradores chineses que o venceram ontem. 

"Eu já atirei com Nicco Campriani antes. Ele viveu conosco por algumas semanas em Pequim, durante um camp de treinamento, no mês passado. Isso me ajudou muito. Sua paixão por este esporte é inspiradora", disse Yang Haoran. "Eu não acho que sou muito especial. Sei que tenho apenas 17 anos de idade, mas coloquei todas as minhas energias para o esporte".

"Paixão é a minha motivação desde o início. Eu já tinha visto algumas competições de tiro na TV e fiquei fascinado pelo esporte. Foi por isso que comecei". "Meus próximos objetivos? Eu só quero ter tantas chances de competir o quanto possível for. E eu realmente gostaria de visitar Campriani na Itália para fazer alguns treinos", concluiu. 

O mais experiente companheiro de equipe de Yang, o campeão olímpico de 2004 e medalhista olímpico de prata de 2008 Zhu Qinan, que foi a Munique defender o título da Copa do Mundo conquistado na temporada passada, saiu da disputa final após o 12º tiro, terminando na sexta colocação com 122,5 pontos. Ele foi seguido por Peter Sidi, da Hungria, 35, sétimo colocado com 101,5 pontos, e por Sergey Richter, 24, de Israel, que terminou em oitavo, com 81,6 pontos.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...