25 de outubro de 2013

Erik Varga supera o campeão mundial e vence a Fossa Olímpica em Abu Dhabi

Erik Varga - Eslováquia - Fossa Olímpica - Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Prato Olímpico - Foto: Divulgação/ ISSF

O eslovaco bateu o estreante em finais Valerio Grazini, da Itália, em um shoot-off após terminarem a disputa pela medalha de ouro com 14 acertos cada.


Erik Varga, da Eslováquia, venceu a prova masculina da Fossa Olímpica ontem, na final da Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Prato Olímpico realizada em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos.

Varga, 37 anos, superou o italiano Valerio Grazini, 21 anos de idade, por 5 a 4 em um shoot-off, depois de terem empatado em 14 a 14 na disputa pelo ouro. Grazini garantiu a medalha de prata, enquanto seu companheiro de equipe Massimo Fabbrizi embolsou o bronze ao bater Aaron Heading, da Grã-Bretanha, na disputa pela medalha de bronze por 14 a 11.


O sete vezes vencedor da final da Copa do Mundo, Giovanni Pellielo, da Itália, acabou em quinto lugar, com 12 acertos na semi-final, depois de perder um interminável shoot-off de acesso à disputa pelo bronze contra seu companheiro de equipe Fabbrizi (14 a 13). O mesmo shoot-off deixou o campeão olímpico de 2004 Alexey Alipov, da Rússia, em sexto lugar com uma pontuação de 12 + 6.

"Me esforcei muito para terminar no pódio aqui em Abu Dhabi", disse Varga, depois de atirar durante horas sob o sol quente. O campeão eslovaco tinha realmente que lutar muito para terminar no pódio, tanto contra as condições meteorológicas quanto contra alguns dos melhores atiradores de espingarda do mundo. Primeiro ele se classificou com 119 acertos de 125 alvos. Em seguida, passou pela semi-final com 13 acertos, superando Aaron Heading em um shoot-off de acesso ao duelo pelo ouro.

"Hoje foi uma prova longa e extremamente difícil. Aqui nos Emirados é muito quente, enquanto na Eslováquia a temperatura é quase zero", acrescentou. "Os 12 melhores atiradores de Fossa Olímpica do ano estavam aqui competindo pelo título. Eu sabia que não ia ser fácil, mas acreditei em mim mesmo, e fiz".

Varga se habilitou a participar da final da Copa do Mundo depois de vencer este ano a etapa de Nicósia, no Chipre, no início de uma temporada que ele considera "a melhor da minha carreira até agora". "Espero que a próxima temporada seja tão boa quanto esta". 

"Eu experimentei o gosto da medalha no Chipre, e isso se transformou em uma motivação para o resto do ano", disse Varga, sorrindo. "Eu não posso prever o futuro, mas vou tentar o meu melhor para terminar no pódio mais uma vez, no próximo ano. Tenho o estado de espírito certo: estarei treinando duro, atirarei bastante e vou voltar ainda mais motivado em 2014", concluiu.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...