24 de outubro de 2013

Kerwood vence a Fossa Olímpica na final da Copa do Mundo, seu 1º título ISSF em 15 anos

Charlotte Kerwood - Grã-Bretanha - Fossa Olímpica - Final da Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Prato Olímpico 2013 - Foto: Divulgação/ ISSF

A atiradora britânica bateu Jana Beckmann, da Alemanha, na disputa pela medalha de ouro, garantindo seu primeiro título pela ISSF. Kerwood começou a prova com 20 acertos, voltando ao topo em seguida com duas boas séries e uma grande final.


Charlotte Kerwood, da Grã-Bretanha, venceu a prova feminina da Fossa Olímpica ontem na final da Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Prato Olímpico, realizada no Al Forsan International Sport Resort em Abu Dhabi (EAU).

Kerwood garantiu o título superando a atiradora alemã Jana Beckmann na disputa pela medalha de ouro por 11 a 10, depois de liderar a semi-final com 14 acertos de 15 alvos, e depois de se qualificar com 68 acertos de 75 alvos.


"Este é provavelmente o melhor momento da minha carreira", comemorou Kerwood, que nunca havia disputado uma final de Copa do Mundo antes. Qualificada para disputar a final em 2006 e 2007, ela terminou em 8 º e 11 º lugar.

A medalhista de prata Jana Beckmann, da Alemanha, acertou 10 alvos na disputa pelo ouro, após quebrar 14 pratos na semi-final e 70 durante as qualificações. Ela foi seguida no pódio pela vencedora da etapa de Granada da Copa do Mundo, Zuzana Stefecekova, da Eslováquia, que bateu por 11 a 9 a campeã olímpica de 2008 Satu Makela-Nummela, da Finlândia, na disputa pela medalha de bronze. A atual campeã olímpica e mundial Jessica Rossi, da Itália, terminou em quinto lugar, com 10 acertos na semi-final, depois de se classificar com 72 acertos.

Os holofotes estão sobre a nova campeã da Copa do Mundo. A atiradora britânica de 27 anos terminou no degrau mais alto de um pódio ISSF pela primeira vez ontem em Abu Dhabi, após 15 anos de carreira no Tiro Esportivo e tendo participado de 23 etapas de Copa do Mundo.

"Eu comecei a atirar quando tinha 12 anos de idade, no campo de tiro dos meus pais, e minha melhor memória do esporte é, provavelmente, hoje", disse Kerwood, com um sorriso no rosto. "Atirar é a melhor parte da minha vida. Eu consigo viajar pelo mundo e conhecer pessoas fantásticas, mas estava faltando um tal resultado", acrescentou.

"Os Jogos Olímpicos de 2012 foram uma grande experiência, mesmo tendo obviamente me desapontado com meu desempenho", disse Kerwood. Atirando diante de sua torcida, em Londres, ela terminou na 16ª colocação. "Depois disso, eu dei um tempo. Para ser honesta, eu não atirei muito este ano - provavelmente 10.000 pratos - em comparação com os 20.000 que atirei em 2012".

Mas a temporada 2013 se tornou o melhor caminho para Kerwood, que se qualificou para a final da Copa do Mundo ao terminar em 5º lugar na etapa da Copa do Mundo em Al Ain, no início do ano. Chance que Charlotte não perdeu, apesar das dificuldades. "Comecei muito mal, com um 20 na minha primeira série, e foi difícil manter a constância. Mas refiz a concentração e tentei voltar", disse ela.

"Fiz isso para as fases finais, e fiquei muito satisfeita com o 14 na semi-final. Fiz isso para a disputa da medalha de ouro e é uma sensação muito agradável sentar e pensar que mesmo se tudo der errado, estava indo para casa com uma medalha de prata. Eu nunca tinha estado nessa posição antes".

"Conquistar este título parece incrível, e me dá novas motivações", acrescentou a britânica. "Eu quero estar pronta para o Campeonato Mundial de 2014, e estou ansiosa para meu próximo objetivo: Rio 2016. Vai ser minha terceira Olimpíada, e desta vez quero voltar para casa com uma medalha", concluiu.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...