11 de julho de 2013

Na Carabina 3 Posições, Li saiu da 7ª posição para conquistar o ouro em Granada

Jie Li - China - Carabina 3 Posições - Copa do Mundo ISSF de Tiro Esportivo

O medalhista olímpico de Atenas 2004 voltou ao topo de um pódio internacional graças a uma extraordinária pontuação na posição de pé. Kulish, da Ucrânia, bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude, e Schmirl, da Áustria, vieram em seguida, em segundo e terceiro lugar.


A posição de pé fez a diferença na prova da Carabina 3 Posições masculino ontem na etapa da Copa do Mundo ISSF de Tiro Esportivo 2013, em Granada, Espanha.


De fato posição de pé virou a mesa da prova, dando a medalha de ouro para a Jie Li, da China, que subiu no placar depois de concluir as posições deitado e ajoelhado em sétimo lugar.

Li, 34 anos, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004 na Carabina de Ar, acabou se mostrando imbatível na última das três posições, terminando no pódio com uma pontuação total de 456,5 pontos. Com 52,6 e 51,1 pontos nas três primeiras séries de pé, o atleta chinês construir uma vantagem segura sobre seus adversários e acabou fechando a final com cinco pontos de margem sobre os mais próximos.

Atirador especialista na Carabina de Ar 10m, Li nunca havia ganho uma medalha ISSF nesta prova antes. Agora, graças à vitória de hoje, terá mais uma chance de testar suas habilidades contra os melhores atiradores do mundo, na final da Copa do Mundo a ser realizada em Munique em novembro.

Lá ele se reunirá novamente com o medalhista de prata, Kulish Serhiy, 20 anos, da Ucrânia, um talento natural descoberto em 2010, nos Jogos Olímpicos da Juventude, onde conquistou o bronze na Carabina de Ar 10m. Atirando de forma consistente desde a primeira série de joelhos, Kulish acabou em segundo lugar, embolsando a sua primeira medalha de prata em uma etapa de Copa do Mundo com 451,8 pontos. "A medalha estava nos planos, não foi uma surpresa para mim", disse o jovem atirador, mostrando uma grande auto-confiança.

A medalha de bronze foi para um dos protagonistas mais bem sucedidos da etapa de Granada da Copa do Mundo: Alexander Schmirl, 23 anos, da Áustria, que venceu a Carabina Deitado há dois dias e ficou em quarto lugar na Carabina de Ar 10m no início da competição. Schmirl subiu no pódio com 440,7 pontos, apesar de um decepcionante 7,1 no último tiro. "Eu não sabia que estava entre os três primeiros até o atirador que ficou em quarto ser eliminado. Quando olhei para o monitor, entendi que eu tinha conseguido uma medalha. Fiquei um pouco nervoso e fiz um péssimo disparo. Isso é tudo!", explicou Schmirl.

Ole Kristian, 24 anos, da Noruega, que havia ganho uma medalha de prata na etapa deste ano em Munique, terminou em quarto lugar, com 431,6 pontos, após atirar entre os três primeiros durante as posições ajoelhado e deitado. Ele foi seguido pelo medalhista olímpico de ouro dos Jogos de Sydney 2000, Rajmond Debevec, 50, da Eslovénia, que ficou em quinto lugar com 420,6 pontos. O líder da qualificação Artur Ayvazyan, depois de dois bons resultados nas posições de joelhos e deitado, perdeu suas chances de medalha na primeira série de pé ao marcar 45,9 pontos, e terminou em sexto, com uma pontuação de 411,4 pontos.

Bruno Lion Heck, único brasileiro na fase qualificatória da Carabina 3 Posições, ficou em 41º lugar, distante da final, com 1155 pontos.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...