11 de junho de 2013

Italiana de 20 anos deixa campeã olímpica para trás e fatura o ouro da Fossa Olímpica na 3ª etapa da Copa do Mundo de Tiro ao Prato

Silvana Stanco (ITA) - Fossa Olímpica - Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Prato

Finalista mais jovem da prova, Silvana Stanco venceu a Fossa Olímpica feminina ontem. Fazendo uma grande prova, bateu a australiana Skinner - que conquistou a medalha de prata em Al Ain, há algumas semanas - e deixou Jessica Rossi, companheira de equipe e campeã olímpica em 2012, em sexto.


Silvana Stanco, 20 anos, da Itália, começou a pratica Fossa Olímpica ainda muito jovem. Ela não tinha nem 10 anos de idade e já estava acompanhando seu pai no clube de tiro. No início era apenas uma brincadeira. Mas hoje, depois de conquistar sua primeira medalha em Copas do Mundo ISSF, ela não está "brincando" mais.


"Estou ficando cada vez mais envolvida no esporte. Começar a pensar que isso poderia ser uma profissão!", disse a estudante de 20 anos em Nicósia, Chipre, após conquistar a medalha de ouro. Stanco venceu a prova depois de derrotar a australiana Catherine Skinner (23 anos) por 14 a 9 na disputa pela medalha de ouro, após se qualificar com 70 acertos e levando a semi-final com 13 pontos.

O sucesso veio na segunda tentativa: Stanco havia participado de sua primeira Copa do Mundo ISSF no mês de março, em Acapulco, onde ela embolsou uma medalha de bronze, pisando no pódio ao lado de sua companheira de equipe Jessica Rossi, atual campeã olímpica da prova.

Em Nicósia, onde está sendo realizada a terceira etapa da Copa do Mundo ISSF de Tiro ao Pratio, Stanco encontrou as condições perfeitas para conquistar seu primeiro ouro. "O tempo estava perfeito hoje. Ontem ventou bastante e eu atirei uma terrível última rodada. Mas durante a prova de hoje tudo correu bem. Tentei ter calma para relaxar, para desfrutar da prova", explicou. "O resultado foi inesperado. Estou tão feliz!", concluiu.

A vitória de Stanco fez dois países felizes. Primeiro, ela comemorou com os italianos, em seguida, com a equipe suíça. "Eu nasci e cresci em Zurique, na Suíça. Mas meu pai é italiano, então eu tenho um passaporte italiano. É por isso que eu estou competindo pela Itália. Mas eu cresci com a equipe suíça. Nós nos conhecemos desde o início, quando eu ainda estava seguindo meu pai nos estandes". 

Luciano Facchini, o oficial da equipe da Suíça, não se arrepende. "Silvana é uma ótima garota. Ela está treinando tão duro, que eu estou feliz que ela finalmente conseguiu. Ela está atirando pela Itália, eu sei. Seria bom tê-la competindo por nossa equipe, mas cabe a ela".

Então, o que está por vir no futuro de Stanco? "Eu ainda não sei. Estou estudando na Universidade. Estou ocupada durante toda a semana: aulas de segunda a sexta-feira e treinamento nos fins de semana no intervalo. Eu não estou fazendo planos agora. Eu quero levar a sério, mas ainda tenho tempo para encontrar o meu caminho. E, depois de final de hoje, o caminho provavelmente é seguir para Rio 2016", respondeu ela.

A medalha de bronze da prova foi para Sonja Scheibl (33 anos), da Alemanha, que garantiu um lugar no pódio após suplantar a medalhista olímpica de prata de Londres, Zuzana Stefecekova, da Eslováquia (29 anos) em um shoot-off. Scheibl passou pelas qualificações com 70 acertos e conquistou uma vaga na disputa pela medalha de bronze num shoot-off contra a Liudmilla Pshenichnikova por 10 a 9 após a semi-final. Na disputa pela medalha de bronze, a alemã e a eslovaca terminaram empatadas com 11 acertos, sendo necessário novamente um shoot-off (2 a 1 Scheibl) para decidir o duelo. 

A campeã olímpica de 2012, Jessica Rossi, acabou em sexto lugar, com 9 acertos na semi-final, após passar pela qualificação com 73 acertos.

Fonte: ISSF (traduzido e adaptado)

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...