2 de dezembro de 2012

Movimento Viva Brasil e Pela Legítima Defesa entregam sugestões ao SFPC da 2ª RM


Em reunião realizada no último dia 22 com Coronel Edmir Rodrigues, chefe do SFPC/2, o Movimento Viva Brasil, representado pelo seu diretor jurídico Dr. Daniel Fazzolari e o Pela Legítima Defesa, representado pelo Dr. José Luiz de Sanctis apresentaram sugestões e reclamações recolhidas durante todo este ano por dezenas de atiradores e colecionadores que estão encontrando diversas dificuldades para realização do seu esporte ou hobby.

Como temos plena ciência de que CACs de várias outras regiões também estão encontrando problemas semelhantes, já estamos nos organizando para, em 2013, nos reunirmos com a DFPC, em Brasília, para apresentarmos documento semelhante.


Pontos abordados:

I – Vistorias efetuadas nos acervos de atiradores e caçadores.

II – Exigência de capacidade técnica e aptidão psicológica para aquisição e transferências de armas de fogo entre CACs.

III – Eliminação da exigência de cópias autenticadas de documentos e reconhecimento de assinaturas de CACs, cuja autenticidade pode ser comprovada pela validade do CR do interessado e disponível no próprio sistema do SIGMA.

IV – Exigência de capacidade técnica e aptidão psicológica para mudança de acervo do próprio CAC.

V – Carteira de armamento - SIGMA

VI – Exigência para que armas registradas no SINARM só sejam registradas no SIGMA após a transferência junto a Polícia Federal.

VII – Exigência do SFPC/2 para que todos os CACs requeiram a emissão de CRAF quando da aquisição armas na indústria / importação / comércio ou transferência de outros CACs.

A íntegra do documento encontra-se disponível no link abaixo:


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...