20 de agosto de 2012

Em entrevista ao SporTV News, dirigente da CBTE critica projeto que impede menores no tiro esportivo

Um projeto de lei em trâmite na Câmara dos Deputados tem causado polêmica entre os praticantes do tiro esportivo. De autoria do deputado Dr. Rosinha (PT/PR), a proposta pretende proibir a prática do esporte por crianças e adolescentes e até impedir o acesso destes aos clubes de tiro. Permitir a presença, inclusive, passaria a ser tipificado como crime.

Presidente da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), Paulo Lima e Silva afirma que a lei representará um golpe nas categorias de base da modalidade. Segundo ele, a formação de atletas, que se inicia principalmente em escolas militares, na faixa de 16 anos, seria extinta.

- Nós já não temos renovação naturalmente. Se proibir a permanência ou a prática de menores de 18 anos, o tiro vai sofrer um baque muito grande. Acabar com o esporte não acaba, mas vai ficar capenga - afirmou o dirigente, em entrevista ao "SporTV News".

Na visão dos defensores da proposta, o tiro esportivo pode estimular um comportamento agressivo em jovens atletas pelo uso das armas. Já praticantes afirmam que o esporte ajuda a aumentar a concentração.

Cinco vezes campeão sul-americano e líder do ranking nacional, Felipe Wu treina desde os oito anos de idade. Provável aposta para as Olimpíadas do Rio-2016, o atleta destaca os benefícios do tiro.

- No nosso esporte, não precisa tanto no físico, mas sim um amadurecimento psicológico. Tem que começar cedo, se não nunca vai chegar competitivo em uma idade boa - disse.

Curiosamente, o primeiro medalhista de ouro do Brasil saiu do tiro esportivo. Em 1920, nos Jogos da Antuérpia, Guilherme Paraense sagrou-se campeão, enquanto Afrânio Antônio Costa levou a prata. Os brasileiros ainda conquistaram o bronze por equipes.

- A proibição de frequentar o ambiente é um desestímulo para quem quer começar, para quem está competindo. É um desencontro neste quadriênio até 2016 - afirmou Ricardo Brenk, diretor de carabina e pistola da CBTE, citando o ciclo olímpico até os Jogos Olímpicos do Rio.

O projeto de lei já foi aprovado pela Comissão de Turismo e Desporto da Câmara, mas ainda precisa passar pelas Comissões de Seguridade Social e Constituição e Justiça para ir a votação no plenário.

Fonte: SporTV News

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...