20 de julho de 2012

O Tiro Esportivo brasileiro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012




Faltam sete dias para a cerimônia oficial de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres e nosso blog não poderia deixar de registrar tão importante evento. Mesmo que a maioria dos brasileiros não saibam, foi o Tiro Esportivo quem deu ao país, em 1920, sua primeira medalha de ouro olímpica, em Antuérpia, na Bélgica. Nós já contamos esta história aqui.

Desafortunadamente, esta foi a única participação do Tiro Esportivo brasileiro que rendeu medalhas em Jogos Olímpicos. No caso, três: O ouro de Guilherme Paraense na Pistola Rápida 25 metros, a prata de Afrânio da Costa na Pistola 50 metros e o bronze por equipes na mesma prova.

Nos Jogos passados, em Pequim 2008, Júlio Almeida e Stênio Yamamoto nos representaram. Com 580 e 568 pontos respectivamente, obtiveram o 13º e o 43º lugar na pistola de ar 10 metros. Já na pistola 50 metros Almeida ficou em 18º com 544 pontos e Yamamoto em 44º com 538 pontos. Em ambas as provas os chineses dominaram e levaram o ouro, ficando à frente no quadro de medalhas final do Tiro Esportivo com cinco medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze, com a República Tcheca em segundo e os Estados Unidos com a terceira colocação. Aliás, em Atenas 2004 os chineses também dominaram, com quatro medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze.

Este ano temos também somente dois atletas representando o Brasil: Ana Luiza Ferrão, na pistola 25 metros e na pistola de ar, e Filipe Fuzaro, na fossa double. Chances de medalhas? Difícil prever, apesar da torcida ser grande.

O melhor resultado de Fuzaro este ano foi de 185 pontos, na 3ª Etapa da Copa Brasil de FO/FD/SK 2012, resultado que superaria os 184 pontos do chinês Binyuan Hu, medalhista de bronze em Pequim. Em 2011, durante a 2ª Seletiva Guadalajara 2011, Fuzaro cravou 189 pontos, dois pontos a mais que o italiano Francesco D'Aniello, medalha de prata no mesmo ano. Entretanto, no Copa do Mundo de Tiro Esportivo 2011 em Belgrado, todos os cinco primeiros colocados superaram ou igualaram a marca dos 193 pontos. Neste mesmo torneio Fuzaro acertou 135 pratos na etapa classificatória e não foi para a final, ficando em 47º lugar.

Ana Luiza Ferrão foi o primeiro atleta brasileiro de todas as modalidades a se classificar para os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Em novembro de 2010 ela conquistou o primeiro lugar no X Campeonato das Américas realizado no Rio de Janeiro nas suas duas provas e pôde comemorar bem antecipadamente. A tarefa olímpica de Ferrão será árdua. Na pistola 25 metros, seu melhor resultado classificatório este ano, 581 pontos na seletiva para a etapa de Londres da Copa do Mundo 2012, não seria suficiente para colocá-la nas finais de Pequim. Na pistola de ar não é muito diferente. Os 376 pontos conquistados na etapa classificatória da seletiva para a etapa italiana da Copa do Mundo também não seriam suficientes para conquistar uma vaga na final olímpica.

Não, o cenário não é ruim. Tendo em vista a carga de preconceito que o esporte do tiro sofre no Brasil, que faz até jornalistas de renome nacional declararem em rede aberta que o Tiro Esportivo seria uma modalidade esportiva "não necessária". Tendo em vista que o preconceito traz como consequência a falta de apoio e esta reflete na base, nas federações e nos clubes, a formação de atletas de ponta fica prejudicada, e as chances de medalhas em competições duras e importantes também.

As competições do Tiro Esportivo iniciam já no dia 28/07 com as provas de pistola de ar masculino e carabina de ar feminino. Podemos torcer por Ferrão no dia 29/07 e no dia 01/08, e por Fuzaro no dia 02/08. Para acompanhar em tempo real os resultados basta acessar a página oficial dos Jogos aqui neste link. E no hotsite olímpico da Folha.com você pode conferir as fichas com o perfil dos atletas Ana Luiza Ferrão e Filipe Fuzaro.

Sorte e sucesso são os nossos votos aos dois atletas. Torceremos muito.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...