10 de abril de 2012

Silhuetas Metálicas


Quando você fala que seu esporte é o tiro a maioria das pessoas imagina você atirando contra um alvo circular de papel contendo outros círculos concêntricos menores. Nem sempre é assim. Aliás, muitas vezes. O esporte do tiro tem modalidades tão surpreendentes quanto apaixonantes. Silhuetas Metálicas é uma delas e no artigo abaixo você pode conferir um pouco da história e das regras.

............................................................................................................


Silhuetas Metálicas

Silhuetas Metálicas é uma modalidade de Tiro Prático, disputada por ambos os sexos onde se utiliza armas de fogo ou pressão na qual se simulam situações de caça, disparando-se sobre alvos metálicos com formas de animais. As provas são divididas em categorias, que dependem do tipo de arma utilizada (longa ou curta) e do calibre das mesmas.

Uma das razões da grande popularidade das Silhuetas Metálicas é o fato dos atiradores não necessitarem de equipamentos caros ou sofisticados. O esporte permite aos atiradores competir em diversas categorias a acordo ao tipo de arma que possui. Conforme as distâncias vão aumentando, o grau de dificuldade aumenta.

Esta modalidade de tiro têm as suas origens no México, nos primórdios do século XX, durante o período revolucionário. No início utilizavam-se animais vivos como alvos, atirando-se a grandes distâncias. Nos finais dos anos 40, e devido a variadíssimas pressões, começam a ser utilizados alvos metálicos com  a forma de silhuetas de animais, em substituição destes. Para harmonizar as condições destas provas, são elaboradas por esta altura, as primeiras regras de competição.

Nos finais dos anos sessenta do século passado, o desporto do tiro à Silhueta Metálica é descoberto pelos atiradores norte-americanos, levando a uma crescente implantação da modalidade. Esta é reconhecida como disciplina de tiro pela “National Rifle Association” Norte-Americana em 1973. As regras adoptadas pelas atiradores americanos são essencialmente a regras originais mexicanas, com pouquíssimas alterações.

A internacionalização deste desporto contínua, tendo-se expandido por todo o mundo. De facto em 1989 é criada a AETSM – “Association Européenne de Tir sur Silhouettes Métalliques”, que rege a disciplina ao nível do Continente Europeu, e em 1992 a IMSSU – “International Metallic Silhouette Shooting Union”, que congrega as Federações de Tiro à Silhueta Metálica a nível mundial.

Os alvos utilizados nesta modalidade são silhuetas metálicas de galinhas, porcos ou javalis, perus e carneiros, colocados por esta ordem, sendo as silhuetas das galinhas as mais próximas do atirador (entre 25 e 200 metros para armas de fogo ou 9,14 e 32,9 metros para armas de pressão nos calibres 4,5mm e 5,5mm respectivamente). As dimensões dos alvos são igualmente diferenciadas. Em geral, uma prova é composta por quarenta tiros, tendo cada atirador que disparar a duas séries de cada tipo de alvo. 

O procedimento de prova é bastante simples. À ordem de carregar o atirador têm trinta segundos para se preparar. Em seguida é dada a ordem de início de tiro, tendo o concorrente dois minutos e meio na carabina, e dois minutos na pistola, para atirar aos cinco alvos da série, da esquerda para a direita. A pontuação obtida corresponde ao número de alvos derrubados pela ordem correta.

Ao contrário de outras modalidades de tiro à bala, disputadas com regras e regulamentos estritos, o tiro às Silhuetas Metálicas é comparavelmente mais informal. É a única modalidade de tiro prático que permite auxílio ao atleta. Cada atirador poderá contar com um observador (normalmente um outro atirador), posicionado à sua retaguarda com uma luneta. Este observador tem a função de identificar ao atirador os locais de impacto ou em que ponto do alvo o projétil atingiu, o que facilita bastante qualquer correção que seja necessária.

A popularidade das Silhuetas Metálicas deve-se ao fato de ser uma espécie de tiro informal regulamentado, praticado praticamente em “família”. Efetivamente, depois do disparo tanto o atirador como a assistência vêem e ouvem imediatamente o resultado deste: uma nuvem de pó, que significará um tiro falhado, ou o som metálico do projétil ao derrubar o alvo.


Fontes:


Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...