26 de abril de 2012

Atiradores maranhenses alcançam bons resultados nas últimas etapas dos Campeonatos Brasileiros de Trap e de Carabina/Pistola


As duas últimas etapas dos Campeonatos Brasileiros de Trap e de Carabina/Pistola, realizadas neste dois últimos fins de semana em todo o Brasil, registraram bons resultados alcançados por atiradores maranhenses, que atiraram em São Luís e Imperatriz.

Na 2ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Carabina e Pistola, realizada de 13 a 15 de abril, tivemos o grande resultado de Alysson Marquezelli, na Carabina de Ar Olímpica, que com 564 pontos, ganhou o 1º lugar na classe C, batendo seu recorde pessoal. Ele também fez bonito na carabina deitado, alcançando seu melhor resultado individual.

Rui Duarte, também manteve o nome do Maranhão entre os primeiros lugares do pódium dos carabineiros másters.
Venceu na prova de Carabina Deitado, com 566 pontos, e ficou por apenas dois pontos atrás do primeiro lugar na Carabina de Ar Olímpica. Rui Duarte, venceu com grande resultado, na categoria máster, a prova de Carabina Mira Aberta de Ar, com excelentes 290 pontos ( de 300 pontos máximos possíveis). 

Também na categoria máster, mas participando em 4 provas de Duelo 20 segundos, tivemos a grande performance de José Augusto dos Reis, que venceu uma prova e ficou em segundo nas outras 3 modalidades de Duelo.

Francisco Farias, também fez bonito nas armas curtas olímpicas. Venceu nacionalmente, na categoria Máster (acima de 55 anos) a prova de Pistola Livre. Ficou em segundo lugar nas provas de Fogo Central e Pistola Standard, perdendo nas duas para seu arqui-hiper-super-adversário o General Newton Breide. No Tiro Rápido, nosso Xicão ficou em 3º lugar. Na prova de pistola de ar, o seu resultado foi bem aquém e não obteve podium.

É, nossos mastérs estão dando trabalho Brasil afora.

Rodrigo Farias, outro atirador maranhense, na categoria sênior (dos 21 aos 55 anos) filiado ao CCPETI de Imperatriz, fez bonito, e na sua estréia nacional, ficou em segundo lugar na classe principal, a Classe A, na prova de Carabina Mira Aberta 25 metros, com impressionantes 339 pontos.

Ainda atirando em Imperatriz, vindo do Pará, tivemos a presença de Rubinete Nazaré, que atirou representando o seu estado natal. Contamos também com a presença dos Drs. Dennis Jenkings e Marupiára Guerra.

Rose Teixeira, nossa guerreira de Açailândia, apesar de não ganhar podium, fez bonito na prova de Pistola de Ar com o resultado de 348 pontos, de 400 pontos máximos. (são 40 tiros de chumbinho a 10 metros, onde cada tiro vale no máximo 10 pontos).

Na 3ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Trap, tivemos os belos resultados de Gilmar Blatt e Francisco Farias. Gilmar Blatt, atirador maranhense filiado ao CBTD (Clube Balsense de Tiro Desportivo), fez uma excelente pontuação nas duas modalidades que participou, alcançando o segundo lugar nacional em ambas, com resultado de "gente grande". No Trap Top 100, na Classe A, ele conseguiu quebrar 96 pratos (de 100 pratos ao todo). No Trap Top 200 , ele alcançou a marca de 191 pratos quebrados, (de 200 pratos ao todo). Realmente muito bom. 

Ainda nesta Etapa do Brasileiro de Trap, tivemos computados para o Maranhão os grandes resultados alcançados por Francisco Farias, quando ele venceu na categoria máster, no Top 200, com 179 pratos quebrados, e ficou em segundo no Top 100, com 90 pratos quebrados.

Parabéns a todos estes abnegados desportistas, que com todas as dificuldades inerentes ao nosso esporte no Brasil, sem apoio, sem incentivo, conseguiram levar para cima dos podiuns Brasil afora, o nome e a bandeira de nosso estado.

Fonte: FMTE

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...